Iniciativas da CDU

Rua Armando Pinto de Assunção em Fornos - Nota de Imprensa

A CDU Feira por diversas ocasiões tem vindo a alertar para o estado de abandono, incúria e laxismo, em que se encontra, lamentavelmente, a Rua Armando Pinto de Assunção, na freguesia de Fornos. Esta via, que assume uma função estruturante no acesso Sul à cidade da Feira encontra-se em completo abandono e estado de destruição já lá vão mais de quatro anos. Efetivamente já se encontrava em setembro de 2013 em mau estado de manutenção não havendo memória de uma intervenção de conservação que ali tenha sido feita.

A pretexto de nela estarem programadas intervenções de melhoramento que iriam ser levadas a efeito de imediato, nas últimas eleições autárquicas no ano de 2013, foram demolidas as casas que estavam no lado Norte desta mesma rua, junto da ponte do Farinheiro sobre alinha do Vouguinha, ficando a câmara municipal a pagar conjuntamente com a junta de freguesia de Fornos a renda inerente à deslocalização da inquilina que aí residia, para outro imóvel. Como nota rocambolesca, deve referir-se que, no terreno deste imóvel onde se demoliu a atrás referida casa, a única coisa que ali apareceu foram os “outdoors” do PSD que abusivamente ali são “plantados” como se aquilo fosse propriedade do partido.

No lado Sul da referida via, na sua embocadura com a nacional 109-4, foram feitas demolições de muros que ato contínuo foram erguidos bem como os respetivos passeios, já com as curvaturas necessárias à rotunda que ali iria ser construída. No local ficaram degraus no tapete de betuminoso, como aliás a CDU sempre denunciou, pois, segundo o autarca do PSD que está à “frente” da junta de freguesia de Fornos, seria numa questão de um curto espaço de tempo que a obra iria ter continuidade. Referia que tal se prendia com a necessidade de apresentação de um projeto para o local junto das “Estradas de Portugal”.

Após diversas peripécias que foram acontecendo nestes quatro anos que, entretanto, passaram, há dias, os Fornenses e os cidadãos automobilizados que por ali passam, foram surpreendidos com a eliminação dos degraus na N109-4 com tapete betuminoso, ficando tudo o resto como estava. 

Estamos em crer, que a intervenção a ficar por aqui só se pode tratar de uma questão de má-fé e aldrabice eleitoral, o que aliás não nos surpreende.

Constatando que um pouco por todo o município foram recuperadas vias muito menos estruturantes e importantes para a fluidez e circulação automóvel e perante tal atitude, a CDU Feira, promoveu uma ação de protesto e alerta à população, colocando pendões nos postes da referida via e foi feito um comunicado do qual resulta a presente nota de imprensa.

Esta é uma situação que, de resto, contrasta com a imagem e propaganda, repetidamente apregoadas pelo senhor presidente Emídio Sousa, dos grandes eventos e frentes de obra no Município, mas que, no fundo, evidenciam uma completa desorganização, anarquia, desprezo e falta de rigor na preservação da rede viária, dos equipamentos e do espaço público.

A CDU / Feira, como sempre, não deixará de intervir para que situações, como a agora aqui citada, sejam devidamente debeladas e resolvidas, em defesa dos direitos dos cidadãos e da qualidade de vida no Concelho de Stª Mª da Feira.

 

Stª Mª da Feira, 11 de agosto de 2017

Comissão Coordenadora da CDU / Stª Mª da Feira